Bem-vindo ao site do Norte de Mato Grosso, Peixoto de Azevedo/MT, domingo 24 de setembro 2017
Midia Kit
Geral - Pedágio

Após redução em MT, ANTT aprova aumento do pedágio na BR-163 em MS

Tarifa subirá até R$ 0,50 em MS; no estado de Mato Grosso caiu R$ 0,10

A CCR MS Via passará a cobrar de R$ 0,40 a R$ 0,50 a mais dos motoristas de carros que passarem por suas nove praças de pedágio na BR-163, em Mato Grosso do Sul. O aumento, aprovado pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), entra em vigor na quinta-feira (14).

A resolução que autorizou o reajuste foi publicada na edição de hoje (11) do Diário Oficial da União, uma semana depois da ANTT aprovar redução de R$ 0,10 na tarifa cobrada na BR-163 em Mato Grosso. A medida atingiu todos os oito postos de pedágio da concessionária Rota do Oeste, que administra 850,9 quilômetros da rodovia no estado vizinho.

Conforme publicação, a ANTT alterou a Tarifa Básica de Pedágio quilométrica da BR-163 em Mato Grosso do Sul de R$ 0,05133 para R$ 0,05213. A resolução também aplicou o Índice de Reajustamento Tarifário (IRT) de 1,40589 sobre a Tarifa Básica, que representa aumento de 2,71%, correspondente à variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (IPCA).

Com as mudanças, os aumentos aos veículos da categoria 1 (automóvel, caminhonete e furgão) são de: R$ 4,60 para R$ 5 na praça de pedágio de Mundo Novo; de R$ 6,50 para R$ 6,90 em Itaquiraí/Naviraí; de R$ 6,50 para R$ 7 em Caarapó; de R$ 6,60 para R$ 7 em Rio Brilhante; de R$ 7,40 para R$ 7,80 em Campo Grande; de R$ 5,60 para R$ 6 na praça de Bandeirantes/Rochedo/Jaguari; de 5,50 para R$ 5,90 em São Gabriel do Oeste/Camapuã; de R$ 7,30 para R$ 7,80 em Rio Verde de Mato Grosso; e de R$ 5,40 para R$ 5,80 na praça de Pedro Gomes/Sonora.

O motorista que passar por todas as praças de pedágio da BR-163 no Estado pagará R$ 59,20 a partir de quinta (14), aumento de 6,8% em relação aos R$ 55,40 pagos atualmente.

OBRAS

A CCR MS Via assumiu a administração da BR-163 em Mato Grosso do Sul no fim de 2014, com a promessa de concluir a duplicação da pista em cinco anos. Em abril deste ano, a concessionária suspendeu os serviços alegando que não recebeu o empréstimo previsto do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o empreendimento.

Em agosto, a CCR MS Via anunciou retomada parcial na obra de duplicação da BR-163. Dos aproximadamente 800 quilômetros que ela administra, somente 12,5 quilômetros passarão por reordenamento, por enquanto. Outros 84 quilômetros, considerados críticos, terão a restauração de pavimento.

Atenção! O site "Realidade MT" não se responsabiliza por calúnias, injúrias, linguajar inapropriado, preconceituoso ou quaisquer afirmações de natureza ofensiva que venham a ser veiculadas nesse espaço, sendo que essa responsabilidade recai inteiramente sobre o usuário que se utilizar deste espaço democrático e livre de forma inadequada.

VÍDEOS

Guarantã do Norte: Policia prende um indivíduo suspeito, e em sua residência vários produtos ilícitos.

OPINIÃO

O suicídio golpeia a Alma
Em Jesus, a Dor e a origem de Sua Autoridade, destaquei que, ao escrever esse livro, meu intuito foi...
Milagres socioespirituais de Jesus
Jesus, sendo o Supremo Governante do planeta Terra, em Sua Primeira Vinda Visível a este orbe, reali...
ver mais

ENTRENENIMENTO

Marvel - Studios
Capitã Marvel vai salvar os Vingadores?

TECNOLOGIA

WhatsApp
Novo golpe no WhatsApp usa Neymar como isca

ESTADO

Correios - em - Greve
Trabalhadores dos Correios entram em greve por tempo indeterminado em Mato Grosso
Infraestrutura
Com pavimentação de Cotriguacu a Juruena Pró-Estradas chega a 2 mil km de asfalto