Bem-vindo ao site do Norte de Mato Grosso, Peixoto de Azevedo/MT, segunda 18 de dezembro 2017
Midia Kit
Saúde e Bem Estar - Desempenho - Escolar

Falta de sono na infância impacta no aprendizado e aumenta risco de transtornos mentais

Contra a insônia infantil, pais devem criar ritual para a criança antes de dormir. Foto: Shutterstock

Segundo Dra. Karina Weinmann, neuropediatra e confundadora da NeuroKinder, clínica dedicada ao desenvolvimento infantil, a privação do sono nas crianças impacta diretamente no neurodesenvolvimento, gera mudanças de comportamento e afeta o desempenho escolar

A neuropediatra explica que o organismo da criança se desenvolve até por volta dos 20 anos de idade. Nesse período a necessidade de sono é maior que a de um adulto. “Durante a infância e a adolescência, o sono ajuda na formação dos tecidos e dos órgãos, entre eles o cérebro. Com isso, há aumento importante da chance de desenvolver doença mental na fase adulta, há maior episódios de sonambulismo, cansaço, depressão e insegurança emocional", explica a médica.

A neuropediatra explica ainda a falta de sono eleva os níveis de cortisol, hormônio relacionado ao estresse, podendo gerar quadros de irritação, agitação e ansiedade. O cortisol aumentando também está relacionado a uma maior probabilidade de desenvolver obesidade e diabetes.

“Do ponto de vista físico, devemos lembrar que crianças que não dormem apresentam redução na produção do GH, hormônio do crescimento, impactando na estatura e crescimento. Além disso, há queda da imunidade, com risco maior de contrair gripes, resfriados e outras doenças virais”, diz a médica.

“Quando avaliamos os efeitos da falta de sono no cérebro, devemos levar em conta o impacto na memória e na atenção, que são fundamentais para o aprendizado escolar. Um sono ruim também afeta o comportamento na escola e em casa, deixando as crianças mais irritadas, agressivas e agitadas”, afirma Dra. Karina

“Podemos notar que a privação do sono das crianças tem relação direta com o estilo de vida atual. A resistência em dormir é reflexo do comportamento dos adultos que gera um ambiente inapropriado para a criança, afetando o sono”, explica Dra. Karina.

“Sabemos que hoje a maioria dos pais trabalha fora e chega em casa na hora em que as crianças deveriam estar dormindo ou pelo menos deveriam começar a rotina do sono. Naturalmente, os pais querem aproveitar os filhos, conversar, brincar, comer e acabam impondo um ritmo impróprio para a criança”, diz a neuropediatra.

Como melhorar a qualidade do sono das crianças
Você já ouviu falar em higiene do sono? São medidas que ajudam a melhorar a qualidade do sono. E isso vale também para as crianças. Veja abaixo as dicas dadas pela neuropediatra:

Atenção! O site "Realidade MT" não se responsabiliza por calúnias, injúrias, linguajar inapropriado, preconceituoso ou quaisquer afirmações de natureza ofensiva que venham a ser veiculadas nesse espaço, sendo que essa responsabilidade recai inteiramente sobre o usuário que se utilizar deste espaço democrático e livre de forma inadequada.

VÍDEOS

José Medeiros discursa sobre a saída de Tiririca da política

OPINIÃO

Crescer exige mudanças
Muitas vezes ouço as pessoas dizerem, eu odeio mudanças. Na verdade as pessoas odeiam que as cois...
Todo grupo é mais forte que o indivíduo.
Não é raro ouvir questionamentos como: Qual a importância de ser representado por um sindicato? ou Q...
ver mais

ENTRENENIMENTO

Netflix
Netflix pode distribuir internacionalmente ficção científica estrelada por Natalie Portman

TECNOLOGIA

Internet
Centenas de perfis falsos teriam tentado influenciar eleições no Brasil

ESTADO

Renegociação - de - Dívida
Governo se reúne com Banco Mundial e tratativas avançam
Benedito - Figueiredo
Secid vai rescindir contrato com empresa responsável por obra em ponte