Bem-vindo ao site do Norte de Mato Grosso, Peixoto de Azevedo/MT, terça 16 de janeiro 2018
Midia Kit
Política - MT - Porte - Vencido

Justiça vai devolver fiança que Silval pagou para não ser preso em 2014

À época, o então governador Silval Barbosa (PMDB) pagou R$ 100 mil para não fica preso na sede da Polícia Federal por posse ilegal de arma de fogo, pois foi encontrada em seu apartamento uma pistola com o documento vencido.

O ex-governador deve reaver R$ 100 mil pagos em fiança devido ao documento de posse da pistola encontrada em seu apartamento estar vencido.

O juiz Bruno D'Oliveira Marques, da 10ª Vara Criminal de Cuiabá, autorizou o ex-governador Silval Barbosa (PMDB) a reaver a fiança de R$ 100 mil paga em maio de 2014, após ser flagrado com o documento de posse de arma de fogo vencido, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão da Operação Ararath.

A Polícia Federal encontrou a pistola calibre 380, no apartamento do ex-governador localizado no Jardim da Américas, em Cuiabá. À época, Silval estava com a posse de arma vencida.

No entanto, por ainda ter foro privilegiado por ser chefe de Estado, o caso do peemedebista foi encaminhado ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que decidiu por anular o auto de prisão e, com isso, a fiança aplicada.

Após deixar o comando do Palácio Paiaguás, o processo foi encaminhado à primeira instância da Justiça Estadual e por decisão do juiz Bruno D'Oliveira Marques o ex-governador terá o direito da restituição do dinheiro. Em relação à entrega da pistola, Silval terá que apresentar o certificado de registro renovado.

Entenda o caso

A Polícia Federal bateu à porta do apartamento de Silval Barbosa às 6 horas do dia 20 de maio de 2014 para cumprir mandados de busca e apreensão.

Naquele dia não havia pedido de prisão contra o então governador, porém, ao encontrar a arma e ser informado que seu documento de posse estava vencido, os policiais prenderam o peemedebista em flagrante.

O político só deixou a sede da Superintendência da Polícia Federal, na Capital, depois de prestar depoimento e pagar a fiança de R$ 100 mil.

Atenção! O site "Realidade MT" não se responsabiliza por calúnias, injúrias, linguajar inapropriado, preconceituoso ou quaisquer afirmações de natureza ofensiva que venham a ser veiculadas nesse espaço, sendo que essa responsabilidade recai inteiramente sobre o usuário que se utilizar deste espaço democrático e livre de forma inadequada.

VÍDEOS

José Medeiros discursa sobre a saída de Tiririca da política

OPINIÃO

Sigilo entre advogado e cliente é lei e deve ser respeitado
Este é o nosso primeiro artigo deste ano. Portanto, quero desejar-lhes um feliz 2018, de muita paz e...
Como você avalia os prós e contras de suas decisões?
Jordano foi promovido e saiu da tranquilidade do interior, onde morava, e hoje ocupa um super aparta...
ver mais

ENTRENENIMENTO

Netflix
Netflix pode distribuir internacionalmente ficção científica estrelada por Natalie Portman

TECNOLOGIA

Internet
Centenas de perfis falsos teriam tentado influenciar eleições no Brasil

ESTADO

Renegociação - de - Dívida
Governo se reúne com Banco Mundial e tratativas avançam
Benedito - Figueiredo
Secid vai rescindir contrato com empresa responsável por obra em ponte