Bem-vindo ao site do Norte de Mato Grosso, terça 27 de junho 2017
Midia Kit, Clique aqui para receber as principais notícias
Política - Crise - no - Planalto

Nilson Leitão defende que PSDB deixe base aliada de Temer

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) disse que o partido deveria entregar todos os cargos que possui no Governo Michel Temer (PMDB), incluindo Ministérios.

Leitão também pediu o afastamento do senador Aécio Neves da presidência nacional da legenda.

O deputado federal Nilson Leitão (PSDB) defendeu nesta quinta-feira (18) que o partido deixe a base aliada do Governo Michel Temer (PMDB) e entregue todos os cargos que possui. Ele ainda pediu o afastamento do senador Aécio Neves da presidência nacional da legenda.

Leitão considerou como “crise partidária” a revelação de que Aécio pediu propina de R$ 2 milhões à empresa JBS para pagar sua defesa na Operação Lava Jato. O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Edson Fachin, determinou o afastamento de Aécio das funções no Senado.

O parlamentar também chamou de “convulsão institucional” as delações do dono da JBS, Joesley Batista, apontando que Temer deu aval ao pagamento de mesada da empresa para garantir o “silêncio” do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB).

Em nota, Leitão também defendeu a renúncia de Temer e de todos na linha sucessória da presidência da República, para que a presidente do STF, Carmen Lúcia, assuma o cargo pelo período de 30 dias, até que novas eleições sejam realizadas.

Veja a íntegra da nota:

“Diante da crise partidária que se abateu sobre o meu partido, e da convulsão institucional que já assolava o país há tempos e se agravou nas últimas 24 horas, gostaria de deixar clara a posição que defenderei:

- Defendi o Afastamento do senador Aécio Neves da presidência do PSDB, até que sejam esclarecidas as denúncias que pesam sobre ele;

- Desembarque imediato do PSDB do Governo de Michel Temer, com a entrega dos cargos pelos ministros do partido;

- Renúncia do presidente Michel Temer, para permitir que a estabilidade seja reestabelecida nesse momento tão crítico do país; Mesmo entendendo a melhora da economia e do emprego, é necessário estancar a crise imediatamente;

- Disposição dos presidentes da Câmara e do Senado em abrirem mão da linha sucessória para a Presidência da República na vacância do cargo, permitindo que a presidente do STF assuma o cargo interinamente;

- Condução de novo processo eleitoral pela presidente do STF, Carmen Lúcia, em no máximo 30 dias, como determina a Constituição Federal.

Dep. Nilson Leitão (PSDB-MT)”

Atenção! O site "Realidade MT" não se responsabiliza por calúnias, injúrias, linguajar inapropriado, preconceituoso ou quaisquer afirmações de natureza ofensiva que venham a ser veiculadas nesse espaço, sendo que essa responsabilidade recai inteiramente sobre o usuário que se utilizar deste espaço democrático e livre de forma inadequada.

VÍDEOS

"Centro-Oeste carrega o Brasil nas costas, sem contrapartidas"

OPINIÃO

Vencendo as diferenças
O dia 25 de junho marca a adoção pela ONU (Organização das Nações Unidas) da Declaração e Programa d...
Quem tem ideal não envelhece
Achei, nos meus alfarrábios, texto que publiquei, em 3 de maio de 1987, na Folha de S. Paulo, dedica...
ver mais

ENTRENENIMENTO

Cinema
Diretor de A Múmia afirma: "Fiz o filme para o público, não para os críticos"

TECNOLOGIA

Google - for - Jobs
O sistema de buscas da Google pode ajudar a encontrar seu próximo emprego

ESTADO

Saúde
Governador critica deputados que são contra repasse de R$ 82 milhões para Saúde
Simcar
Produtores de Mato Grosso têm 90 dias para fazer adequações no novo sistema de CAR